Cancelar
Acesso CNTV

Bancos já sentem efeito da greve dos trabalhadores das empresas de transporte de valores

23Fev

Em ) - 10 a acordo

A greve dos fucionários das empresas de transporte de valores de Santa Catarina chegou a 100% na manhã desta terça-feira, de acordo com o sindicato da categoria. Aproximadamente 200 carros-fortes deixaram de circular no Estado.

O serviço de abastecimento de caixas eletrônicos e agências bancárias está suspenso até que os representantes da categoria consigam chegar a um acordo com as empresas de segurança.

De acordo com Nicolau de Almeida Neto, representante do Sindicato dos Empregados de Transporte de Valores de SC (Sintravasc), alguns caixas eletrônicos em Barreiros, em São José, deixaram de oferecer a opção de saque já nesta manhã por falta de abastecimento.

As empresas entraram com um pedido no Tribunal Regional do Trabalho, no final da tarde de segunda-feira, solicitando que a greve fosse considerada abusiva. Até o final da manhã desta terça, o pedido ainda não havia sido julgado. Mas duas ações individuais movida pela empresa Brink"s, uma em Itajaí e outra em Joinville, foram deferidas pela Justiça.

Pela decisão dos juízes, os grevistas não podem impedir que os funcionários que queiram trabalhar na empresa ou no transporte de valores exerçam as suas funções.

Os trabalhadores continuam em greve até que as empresas concordem com um acordo. As principais reivindicações da categoria é o aumento de 9% nos salários, o fim da compensação das horas extras por folgas e a garantia do piso salarial dos trabalhadores da tesouraria, que estariam ganhando menos que os demais funcionários que atuam na mesma função no Estado, segundo Neto.

0 comentários para "Bancos já sentem efeito da greve dos trabalhadores das empresas de transporte de valores"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.