Cancelar
Acesso CNTV

TRT determina retorno imediato de 60% dos vigilantes do DF aos postos de trabalho

30 Jan

Na noite de sexta-feira (27/1), o Tribunal Regional do Trabalho, da 10ª Região (TRT10) determinou que o Sindicato dos Vigilantes do DF (Sindesv-DF) mantenha ao menos 60% da força de trabalho nos postos de vigilância durante a greve da categoria.

A liminar foi obtida pouco antes da meia-noite, graças a uma ação civil pública de autoria da Procuradoria do DF. A decisão deve ser cumprida imediatamente, sob pena de multa de R$ 150 mil por dia.

A decisão é da juíza Maria Socorro de Souza Lobo, da 7ª Vara do Trabalho, que respondia pelo plantão da 1ª instância. Ainda cabe recurso.

Os vigilantes iniciaram na noite de quinta-feira (26/1) uma paralisação que atingiu órgãos públicos e hospitais, além de manter quase 90% dos bancos de Brasília fechados.

Na sexta-feira, a categoria não entrou em acordo com o Sindicato Patronal das Empresas de Segurança Privada, Sistemas de Segurança Eletrônica, Cursos de Formação e Transporte de Valores (Sindesp-DF) e anunciou que a greve deve continuar por tempo indeterminado. Eles reivindicam ticket de alimentação de R$ 25 por dia, 15% de reajuste salarial, além do reajuste de 8,33% em gratificações por risco de vida.

0 comentários para "TRT determina retorno imediato de 60% dos vigilantes do DF aos postos de trabalho"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.