Cancelar
Acesso CNTV

Deputado quer segurança qualificada em casas noturnas

11Jan

Mais uma vez os responsáveis pela segurança dos clientes nas agências bancárias mostraram total despreparo na execução de suas funções. Nesta segunda-feira, 9, após o assalto simultâneo as agências do Sicredi e do Banco do Brasil em Confresa, região do Norte Araguaia, o segurança do BB sacou a arma para o cinegrafista de uma emissora local que fazia imagens da área externa da agência.

O cinegrafista Pedro Henrique afirmou que estava gravando imagens do tumulto de frente ao Banco do Brasil quando um dos seguranças uniformizado sacou a arma e partiu para cima dele. Ele relatou que o repórter Hilário Tavares tomou a frente e defendeu o colega de profissão. Outros funcionários da agência puxaram o segurança armado e descontrolado para dentro da agência.

O cinegrafista preferiu, no entanto, não prestar queixa na Polícia.

Em junho do ano passado, o empresário Adriano Henrique Maryssael de Campos, 71, dono do Restaurante Adrianos, em Cuiabá, foi assassinado por um segurança bancário quando saia da agência do Banco Itau, na Avenida Carmindo de Campos. Adriano foi baleado quando passava pela porta giratória. Testemunhas contaram ainda à polícia que houve uma discussão entre o cliente e o vigia, o que teria motivado os disparos.

0 comentários para "Deputado quer segurança qualificada em casas noturnas"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.