Cancelar
Acesso CNTV

Vigilantes cruzam os braços no Poupatempo

15 Fev

Os vigilantes que trabalham no Poupatempo da Avenida Francisco Glicério, no Centro de Campinas, paralisaram suas atividades na manhã de ontem. O principal motivo, segundo a assessoria de imprensa do Poupatempo, foi o não pagamento da segunda parcela do 13º salário da empresa GSV Segurança e Vigilância. A paralisação teve duração de menos de uma hora e, segundo a assessoria, não prejudicou o trabalho na unidade.
Os funcionários também reclamam do descumprimento de acordo para aumento do valor do vale-refeição e falta de pagamento de folga trabalhada.

A assessoria ainda informou que a empresa se prontificou a pagar o 13º aos funcionários até a próxima sexta-feira.

Até lá, a empresa será monitorada pelo Estado, responsável pela licitação dos serviços de segurança.

Caso a GSV Segurança não cumpra o prometido, os vigilantes prometem iniciar uma paralisação por tempo indeterminado a partir da segunda-feira. Nenhum representante da empresa foi localizado.

0 comentários para "Vigilantes cruzam os braços no Poupatempo"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.