Cancelar
Acesso CNTV

Vigilantes terceirizados da rede municipal de ensino param em Salvador

17Dez

Dois mil e seiscentos vigilantes terceirizados que prestam serviço às escolas e creches da rede municipal de ensino interromperam as atividades durante todo o dia de ontem. “Mudamos de empresa há pouco mais de um mês e não recebemos salário ainda. Além disso, quando saímos da empresa anterior, não nos pagaram os salários atrasados, nem vale refeição, muito menos o 13º salário”, disse o diretor de base do Sindicato dos Vigilantes, Fernando Sousa.

Segundo ele, a categoria foi dispensada da empresa Protector em 7 de novembro último e teria sido recontratada no dia seguinte pela empresa Portal. “Mas não recebemos absolutamente nada. Temos família para sustentar e temos contas que continuam vencendo”, acrescentou. A categoria realizou, sem sucesso, uma assembleia na tarde de ontem para tentar resolver a questão. “Infelizmente não tivemos êxito e vamos continuar parados até chegarmos a um acordo”, concluiu Sousa.

0 comentários para "Vigilantes terceirizados da rede municipal de ensino param em Salvador"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.