Por: CNTV | Confederação Nacional de Vigilantes & Prestadores de Serviços
Postado: 30/08/2019
Em meio à reforma da Previdência, aumentam pedidos de aposentadoria; veja o que avaliar antes de dar entrada
Número de pedidos de aposentadoria teve um aumento de 54% de junho para julho; advogados e INSS reco
 

reforma da Previdência passou pela Câmara e agora está sendoanalisada pelo Senado. O texto traz mudanças para a aposentadoria dos trabalhadores. Segundo dados do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), o número de pedidos de aposentadoria teve um aumento de 54% de junho para julho deste ano. Saíram de 153 mil para 235,5 mil.

O texto da reforma passou a tramitar na Câmara dos Deputados no mês de junho e foi aprovada na casa em 1º turno em julho – o mesmo mês em que houve o maior número de pedidos de aposentadoria no ano. Veja na tabela abaixo:

 
Número de pedidos mês a mês, segundo levantamento do INSS — Foto: ReproduçãoNúmero de pedidos mês a mês, segundo levantamento do INSS — Foto: Reprodução

Número de pedidos mês a mês, segundo levantamento do INSS — Foto: Reprodução

O INSS, no entanto, não relaciona o aumento no número de pedidos à reforma da Previdência, mas à ampliação dos serviços digitais para pedir o benefício.

O instituto ressalta que o segurado que já possui o direito adquirido, ou seja, já tem as condições necessárias para requerer a aposentadoria, não tem motivos para antecipar o processo, uma vez que eventuais mudanças nas regras de concessão não irão afetá-lo.

Especialistas ouvidos pelo G1 também recomendam cautela e planejamento para quem pensa em entrar com pedido de aposentadoria com medo de ser prejudicado pelas mudanças.

 
 
 
Julia Duailibi: senadores tentarão mexer no texto do relator da reforma da Previdência
Jornal GloboNews edição das 10h