Por: CNTV | Confederação Nacional de Vigilantes & Prestadores de Serviços
Postado: 21/05/2012
Carro-forte - Santa Catarina
Campanha Salarial
 
Os trabalhadores em serviço de carro-forte, guarda e transporte de valores e escolta armada no Estado fazem assembleias regionais na quarta, para decidir se entram em estado de greve. A categoria, com 1.500 empregados, pede reajuste salarial equivalente à inflação (medida pelo INPC) mais 10% de aumento real. O sindicato dos empregadores, representando as empresas Brinks, Prosegur e Protege, oferece 4%.