Cancelar
Acesso CNTV
Adicional de Risco de Vida - Descrição

ATOS DO PODER LEGISLATIVO

LEI Nº 12.740, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2012
 
Altera o art. 193 da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto- Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, a fim de redefinir os critérios para caracterização das atividades ou operações perigosas, e revoga a Lei no 7.369, de 20 de setembro de 1985.
"LEI FERNANDO MAIA"
 
A P R E S I D E N T A D A R E P Ú B L I C A 
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1o O art. 193 da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, passa a vigorar com as seguintes alterações: "Art. 193. São consideradas atividades ou operações perigosas, na forma da regulamentação aprovada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, aquelas que, por sua natureza ou métodos de trabalho, impliquem risco acentuado em virtude de exposição permanente do trabalhador a:
I - inflamáveis, explosivos ou energia elétrica;
II - roubos ou outras espécies de violência física nas atividades profissionais de segurança pessoal ou patrimonial.
.........................................................................................................
§ 3o Serão descontados ou compensados do adicional outros da mesma natureza eventualmente já concedidos ao vigilante por meio de acordo coletivo." (NR)
Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 3o Fica revogada a Lei no 7.369, de 20 de setembro de 1985. Brasília, 8 de dezembro de 2012; 191o da Independência e 124o da República.
 
DILMA ROUSSEFF
José Eduardo Cardozo
Carlos Daudt Brizola


Outros conteúdo relacionados
Qual é o prazo para o INSS analisar um processo de aposentadoria?
São Jerônimo, hoje (4ª ), e Camaquã, amanhã (5ª), encerram rodada de assembleias
Justiça Condena Empresa a Pagar Indenização a Vigilantes de Itaguaí e Seropédica
Câmara de Vereadores aprova projeto de lei que prevê contratação de vigilante noturno em agências bancárias
Polícia prende três suspeitos de explodir banco e carro-forte durante assaltos no Ceará
A CADA DIA CRESCE O ÍNDICE DE ATAQUES A CARRO FORTES NO BRASIL
Com um espaço para negociação o 7º protesto na governadoria tem uma trégua nesta semana e poderá voltar na terça seguinte, dia 22/05
Para juízes, nova lei trabalhista deve se subordinar à Constituição
Com reforma trabalhista, sindicatos perdem 80% da receita no primeiro trimestre
Bancos investem R$ 20 bilhões em tecnologia para demitir 16 mil bancários
SEGURANÇAS DENUNCIAM FALTA DE APOIO APÓS AÇÕES DE BANDIDOS
Sindicato dos Vigilantes busca apoio de vereadores para implantar segurança 24 horas nas agências bancárias, cooperativas de crédito e instituições financeiras
Reunião discute sobre possível redução no quadro de vigilantes da SMS no Rio Grande do Norte
Em 2017, quase 550 mil vigilantes passaram por escolas de formação
Vigilantes de Porto Alegre decidem continuar lutando por avanços e contra a perda de direitos
Brasil pode ser processado na Corte Interamericana de Direitos Humanos por causa da reforma
Flash Vigilância descumpre convenção coletiva no RN
Vitória dos vigilantes de carro-forte do Rio Grande do Norte contra a empresa Prosegur
Sindicatos do Rio Grande do Sul denunciam pressão e truculência patronal
CCT 2018 - RIO GRANDE DO NORTE - Patrimonial
Criminosos explodem bancos, trocam tiros com a polícia e queimam ônibus em rodovia em Passos, MG
Grupo explode carro-forte em rodovia, na Grande João Pessoa
Carro-forte é atacado por criminosos em rodovia na região de Marília
450 vigilantes cobram da Prefeitura de Camaçari pagamento rescisão
Sindivigilantes do Sul convoca para assembleia de mobilização na próxima semana